Dicas para gravar suas videoaulas de casa

Quer uma ajudinha para gravar videoaulas de casa? Separamos as melhores dicas para tornar o ensino online próximo e produtivo.

Gravar vídeos e depois publicá-los na internet não é uma tarefa confortável pra muita gente. A insegurança é o principal motivo do bloqueio, ainda mais para quem não está acostumado com a função. Quando trazemos essa dificuldade para o meio escolar, gravar videoaulas pode ser um grande desafio para os professores.

Algumas dicas simples podem fazer a diferença nessa hora, por isso, montamos este artigo para fazer você arrasar nas gravações. Boa leitura! 🙂

 

Primeiros passos

Para quem está acostumado a todos os dias entrar em uma sala de aula e ministrar conteúdos diante de dezenas de alunos, as aulas online podem ser um desafio. Isso porque você pode encontrar dificuldades quando a sala está vazia e é preciso conversar por meio de um computador.

Em um momento onde o ensino a distância cresce e a necessidade da comunicação online aumenta, se familiarizar aos meios digitais virou uma realidade. Mas engana-se quem pensa que aulas online são distantes e frias.

Na verdade, existem plataformas como a Wakke Class, que trazem a gamificação como forma de estimular o engajamento e a interatividade no EAD. Além disso, ela transmite aulas ao vivo, o que por si só permite interação em tempo real e favorece um ensino dinâmico, leve e divertido, sem deixar a desejar para o presencial.

Com as ferramentas certas e algumas dicas na manga, gravar videoaulas de casa se torna algo mais fácil. Por isso, separamos os seguintes passos para te ajudar:

 

SAIBA MAIS:

Rotina de estudos: as melhores dicas para arrasar de casa

COVID-19: Comunicação e rotina de estudos de casa

Tecnologia em sala de aula: 5 dicas para usá-la a favor do ensino!

5 dicas de como desenvolver a criatividade dos seus alunos

 

1- Planejando suas videoaulas

É normal que a gente fique nervoso e acabe se embolando quando a câmera liga e precisamos falar com a ela. Mas, calma, para te ajudar nesse processo e evitar que as palavras se percam na hora da gravação das videoaulas, um roteiro simples faz toda diferença.

Antes de começar as gravação, por exemplo, você pode escrever o que vai abordar na aula, ressaltando os principais pontos e palavras-chaves. E não tem problema algum ele ficar ao alcance de suas mãos para consulta sempre que necessário. Caso não goste de ter um papel em mãos, você pode colá-lo no chão ou em uma parede em sua frente. Ou mesmo usar o celular, tablet ou computador.

Um roteiro vai te dar mais segurança na hora de gravar e vai evitar que você se perca no meio do vídeo.

Separe os materiais necessários

A primeira coisa que você vai precisar usar é uma câmera. Pode ser a do seu celular ou uma de mão, se tiver.

Mas, se for gravar com um celular, lembre-se de colocá-lo no modo “Não Perturbe” ou no “Modo Avião”. Assim você evita interrupções e não perde a concentração no meio da gravação.

Vai usar o celular e não tem apoio para ele? Sem problemas, improvise! Use livros para deixá-lo na altura dos seus olhos e coloque uma caneca para apoiá-lo, por exemplo.

Procurando o lugar ideal para as videoaulas

Para que suas videoaulas tenham um som e uma imagem de qualidade, é preciso achar na sua casa um local propício para as gravações. Procure lugares tranquilos e silenciosos, e essa dica é essencial se você vai usar o próprio microfone do aparelho telefônico ou da câmera. Caso isso não seja possível, conecte o fone do próprio aparelho celular e use ele como microfone.

Agora, de nada adianta o som do seu vídeo estar bom e a imagem estar escura, por exemplo. Por isso, é importante lembrar que a iluminação é fator essencial nas suas aulas.

Uma boa dica é usar a melhor luz que tem: a luz natural. Nunca fique de costas para o sol ou de onde estiver vindo a luz, porque isso vai impossibilitar que seus alunos o vejam na gravação. Além disso, prefira gravar vídeos na parte da manhã ou tarde, pois garantem um melhor resultado.

Atenção ao posicionamento de câmera

Para ter uma gravação de qualidade e agradável aos olhos, não se esqueça de colocar o seu celular na horizontal. Esse é o padrão de gravação de vídeos no YouTube, por exemplo. Mas, caso vá postar suas videoaulas em outras plataformas, como no IGTV do Instagram, o ideal é que ele fique na vertical.

Ah, não se esqueça do enquadramento. Se achar difícil se posicionar em frente a câmera, marque no chão com um “X” onde tem que ficar ou até onde pode andar. Outro dica legal é usar a câmera frontal do seu celular, assim você consegue se ver enquanto fala. Porém, é importante falar que a resolução dela é menor e pode comprometer o seu conteúdo dependendo do aparelho que você usa.

2 – Hora de gravar

Depois de tudo pronto é hora de começar! Para que o processo não seja um martírio para você, o ideal é encarar as gravações como uma aula normal. Aquela que você já é acostumado a dar no dia a dia. Isso vai te ajudar a se libertar do medo.

Se ainda está inseguro com os vídeos, vale a pena praticar sozinho. Você pode gravar alguns vídeos de testes contanto algumas histórias ou simulando alguma aula, por exemplo. Você assiste depois e, então, sabe em quais pontos deve melhorar.

O segredo aqui é tentar ser o mais natural possível. Aja como se estivesse em sua sala de aula e não se preocupe em ficar com o olhar fixo na câmera. Afinal, você não está em um comercial, e sim em uma aula com seus alunos.

Fique à vontade para usar a lousa para dar exemplos e fazer seus resumos. Se não tiver uma lousa à disposição, use folhas de papel e canetas de ponta grossa. Mas sempre verifique se o que está sendo escrito aparece de forma clara para quem está assistindo. Inclusive, quanto mais interativa a aula for, é melhor!

Tempo ideal das videoaulas

Dentro de sala, as aulas costumam durar de 45 minutos a 1 hora, certo? Mas isso é porque a atenção dos alunos está voltada exclusivamente para o que está acontecendo dentro do ambiente escolar. Quando essa aula ultrapassa os limites físicos da instituição e vai para a internet, as coisas mudam.

No caso das aulas ao vivo com a Wakke Class, você não precisa se preocupar com limite de tempo. Mas, para as aulas gravadas, é importante ficar atento ao tamanho dos vídeos. Tenha cuidado para que eles não fiquem muito longos, não se preocupe em preencher os 50 minutos presenciais. Quanto mais objetivo for o vídeo, maior a chance de prender 100% da atenção dos alunos. O ideal aqui é que cada um tenha até 15 minutos.

3 – Disponibilizando as videoaulas para os alunos

Dentro de sala de aula você também tem os seus momentos onde perde o fio da meada ou se atrapalha falando de outro assunto, não é mesmo? Isso é comum e é super normal, principalmente tendo distrações em sua frente.

Por isso, não fique preocupado com as edições dos vídeos, porque não é necessário fazer grandes cortes. Na verdade, a intenção é ficar mais natural e isso vai dar menos trabalho para você. Lembre-se apenas de ajustar o início e o fim dele.

Ah, e dica importante: se você não quer que suas videoaulas fiquem pública na internet, use a Wakke Class. Com ela, o seu conteúdo será exclusivo para os seus alunos. Ou seja, apenas quem você cadastrar na plataforma vai poder assistir suas aulas. E isso te protege de plágio e vazamento de informações, por exemplo.

Mesmo assim, se você optar pelo YouTube ou outros sites, lembre-se de marcar a opção de vídeo “Não Listado” quando for postá-lo. Assim você pode compartilhar apenas com quem quiser e ele não fica disponível abertamente.

Por último e não menos importante, tenha uma rotina de escrever os roteiros, gravar os vídeos ou fazer as aulas ao vivo. Isso vai te ajudar na organização e na linha de produção do seu trabalho e também otimizar o seu dia a dia.

Não desista! No começo, é normal se sentir desconfortável e com vergonha. Mas pode ter certeza que em pouco tempo você vai tirar de letra!

Quer ter mais dicas de como gravar as suas videoaulas? Então não se esqueça de nos acompanhar em nosso Facebook e no Instagram, estão cheios de dicas para fazer das suas aulas um sucesso!

Compartilhe agora!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no skype
Compartilhar no google
Compartilhar no email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos Artigos

Sua mensagem foi enviada com Sucesso!

Fique tranquilo! A gente vai te responder rapidinho! Muito obrigado :D